Revendedoras são notificadas por vender gás acima do preço máximo em Palmas

Fonte: G1

 

Foram identificados aumentos indevidos de até R$ 8 no preço final do produto em 17 estabelecimentos. Valores variam de acordo com a região da capital.

 

Revendedoras de gás de cozinha em Palmas foram notificadas por praticarem preços abusivos. Segundo a Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon), uma fiscalização realizada em agosto constatou que 17 estabelecimentos vendiam gás para os clientes com valores acima do permitido.

Foram encontradas diferenças de até R$ 8 no preço final do produto em relação ao valor máximo permitido. O gerente de fiscalização do órgão, Magno Silva, disse que atualmente os preços podem variar entre R$70 e R$ 85.

O gerente explicou também que a variação depende da região onde o produto é comprado. "Na região das Arnos é possível encontrar botijões por R$72 e na região central tem gás de R$78. Só após analisar as documentações é possível saber se os preços são abusivos", conta.

Após a revista os estabelecimentos receberam prazo para apresentar documentos e se adequarem aos valores.

O Procon informou que no início do mês de agosto a Petrobras reajustou em 6,9% o preço do botijão de 13 kg. “Segundo a estatal, se o reajuste fosse, integralmente, repassado aos consumidores o preço do botijão teria seu valor elevado em até R$ 1,29, mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos”, disse o gerente.

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.